Paola Bernardi

My blogs

Blogs I follow

About me

Gender FEMALE
Industry Architecture
Occupation planejamento ambiental
Location SP, Brazil
Introduction Santos (SP), 16 de março de 1976. Queria ser designer de moda, designer industrial, designer gráfica, artista plástica, fotógrafa, administradora de empresas, psicóloga - mas deu certo recorrer à eterna 2ª opção: arquiteta e (bem mais) urbanista. Mestre em Arquitetura Biodigital (hã?) e (em breve) Planejamento Urbano e Regional. Professora (do inglês ao universitário projeto urbano e afins). Pessoa (relativamente bastante) sustentável (= ecochata-chatíssima, mesmo! Mas não mordo.). Amante do belo (aulas de estética agora têm seu valor) e do que tira sorriso das pessoas. E de fotografia, música, cinema, viagens e outras culturas, comidinhas, bebidinhas, crianças e cachorros. Não necessariamente nessa ordem. E, claro, recicleira!
Favorite Movies 8 e 1/2, A liberdade é azul, A viagem do Capitão Tornado, Abril Despedaçado, Armacord, As Virgens Suicidas, Belle Époque, Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças, Caro diário, Central do Brasil, Chocolate, Cinema Paradiso, Closer, Clube da Luta, Crupiê, Dogville, Frida, Grandes Esperanças, Janela Indiscreta, Kill Bill V.1, Lucía y el sexo, O declínio do Império Americano, O fabuloso destino de Amélie Poulain, O jardineiro fiel, Pequena Miss Sunshine, Pulp Fiction, Sete anos no Tibet, Sexo por compaixão, Trainspotting, por sentimentalismo Albergue Espanhol.
Favorite Music Agora: Magnificent (U2), Sutilmente (Skank), The lovers are loosing (Keane), Jay Ho (Slumdog Millionaire BSO), Pra ser sincero e Infinito Particular(Marisa Monte), Love Should (Moby), Anyone else but you (The Moldy Peaches), Dance with somebody (Mando Diao)
Favorite Books O jogo da amarelinha (Cortázar), Cem anos de solidão (Márquez), A insustentável leveza do ser (Kundera), Ensaio sobre a cegueira (Saramago), O retrato de Dorian Gray (Wilde), Dom Casmurro (Machado), O Morro dos Ventos Uivantes (Bronte). Contos do Poe, qualquer coisa do Calvino, do Cortázar, do Saramago, do Márquez. Latinos realistas fantásticos e ingleses atormentados em geral.