Murilo B.S. Alguém condicionalmente apaixonado por cinema

My blogs

Blogs I follow

About me

Gender MALE
Introduction Eu sou um cara de 17 anos, recém-aluno de Ciências Sociais da Unicamp, cuja maior paixão (depois do IFCH) é cinema. Resolvi fazer esse blog (estou juntando material prum futuro site e aceito a preciosa ajuda de almas bondosas que manjem de informática) pra compartilhar meus devaneios com os colegas cinéfilos e blogueiros em geral. Agradeço a todos que me ajudarem nesse projeto!Aconselhando, elogiando, metendo o pau, o importante é participar! Dica: não aconselho lerem sobre algum filme sem ter assistido, spoiler é o que há por aqui. Obs: Dados como ficha técnica, elenco, prêmios e curiosidades são retirados de uns livros que tenho aqui e também de alguns sites. Os principais são www.65anosdecinema.pro.br http://www.adorocinema.com/ Muitos abraços! E não deixem de me adicionar no orkut: http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=4899410086037152614&rl=t perfeito para debates acalorados! E o mais importante: as atualizações serão feitas impreterivelmente às sextas-feiras. Acompanhem!
Favorite Movies Lavoura Arcaica, de Luiz Fernando Carvalho é definitivamente o filme mais marcante da minha vida. Além dele, gosto muito de Laranja Mecânica (e dos filmes do Stanley Kubrick em geral), The Wall (feito pela banda inglesa de rock progressivo/psicodélico Pink Floyd), Beleza Americana, Invasões Bárbaras, Viridiana, de Luis Buñuel, Má Educação, de Almodóvar, muitos filmes do Clint Eastwood (Os Imperdoáveis, Sobre meninos e lobos, Cartas de Iwo Jima, A Conquista da Honra, A Troca, Grand Torino, etc), e um diretor que tem me marcado nos últimos tempos, o dinamarquês Lars von Trier (Dogville e O Anticristo). Também gosto muito de alguns filmes do Scorsese (Taxi Driver) e do Woody Allen (Crims e Pecados é meu favorito). Entre os brasileiros, meu favorito é Heitor Dhalia (Nina, O Cheio do Ralo, À Deriva). Esqueci-me de Jules e Jim, do mestre Truffaut. E me divirto muito com Drácula de Bram Stoker, de Francis Ford Coppola, cuja filha também fez um filme que gosto muito, Encontros e Desencontros. Mas agora pasmem, não gosto muito de Fellini nem do Chaplin. Acontece...