Hugo Caldas

My blogs

Blogs I follow

About me

Industry Agriculture
Location Recife, Pernambuco, Brazil
Introduction Hugo Caldas já foi de tudo um pouco. Sacristão, aeroviário, ator, autor, cineasta, professor de inglês, empresário e agente franqueado dos Correios. Possui um “Oscar” de melhor ator, recebido durante o I Festival de Arte Dramática da Paraíba - Prêmio Correio da Paraíba em Outubro de 1958. Nasceu em João Pessoa, PB, no final da década de 30 do século passado. Foi proprietário de uma rede de seis escolas de línguas em Recife-PE. Cursos especiais nas Universidades de Michigan, USA e Cambridge, UK. Trabalhou na Panair do Brasil, Varig, Transatlântica Argentina e no US Army. Gerenciou um Consórcio de Calçados do Pronaex, setor de exportação do Sebrae-PE. Só falta mesmo ser... soldado de policia. Presentemente se dá ao desfrute de colocar no papel experiências vividas. Outras nem tão vividas assim, e mais outras que gostaria de ter vivido. Pai de quatro filhos. Avô de seis netos. Considera que, apesar dos pesares, viveu até agora, uma vida muito bem vivida. Amou muitas mulheres, casou com duas delas. Espera o chamamento dos homens lá de cima com o passaporte já devidamente carimbado. Visto apenas de ida. hucaldas@gmail.com hugocaldas.blogspot.com newbulletinboard.blogspot.com
Favorite Movies Como ator, participou dos espetáculos abaixo: Teatro do Estudante da Paraíba - TEP "Fim de Jornada" - R.C. Sheriff "O Auto da Compadecida" - Ariano Suassuna “O Auto de João da Cruz - Ariano Suassuna”. “A Beata Maria do Egito - Rachel de Queiroz - (Premio Correio da Paraíba de Melhor Ator - 1º Festival de Arte Dramática da Paraíba - 1958)”. "O Pagador de Promessas" - Dias Gomes "O Óleo" - Eugene O'Neil "O Muro" - Sartre “O Chapeuzinho Vermelho" - Maria Clara Machado "Pluft O Fantasminha" - Maria Clara Machado Teatro Popular do Nordeste - TPN: "O Cabo Fanfarrão" - Hermilo Borba Filho "Andorra" - Max Frisch "O Inimigo do Povo" - Ibsen Sócio fundador da ABD – Associação Brasileira de Documentaristas Sócio fundador do Grupo 8 de cinema. Realizou Documentários e Ficção: “As Aventuras de Nena e Mino”, filme documentário estrelado por dois de seus filhos que levou oito anos para ficar pronto. Considera a sua Obra Prima. "A Missa do Vaqueiro”, premio da Jornada de Cinema de Salvador, 1973. "Good Old Times", homenagem ao cinema mudo, inspirado em uma vinheta musical. "A Nau Catarineta", filmada em Mandacaru e na praia do Bessa (João Pessoa), com o Mestre Orlando e sua tripulação. "Eu Sei Tudo", filme-reportagem que antecipava em 1970, as enquetes feitas com o povo no meio da rua. Trabalhou no filme de Fernando Spencer, "A Eleição do Diabo e a Posse de Lampião no Inferno" baseado em um folheto de Severino G. Oliveira. Fez o papel do diabo. Produtor e assistente de direção de "O Pescador", de Trajano Caldas, premio no Festival de Cinema de Curitiba. Escreveu a peça infantil, "A Onça Preguiçosa", baseada em uma história contada/cantada por Inezita Barroso. Escreveu um conto, (inédito) "Retrato em Branco e Preto".