Gerana Damulakis

My blogs

Blogs I follow

About me

Gender FEMALE
Location Salvador, BA, Brazil
Introduction Tenho publicados os livros: Guardador de mitos, de poesia; Sosígenes Costa - o poeta grego da Bahia, ensaio crítico; O rio e a ponte – À margem de leituras escolhidas, ensaios recolhidos que escrevi no jornal A Tarde. Organizei a Antologia panorâmica do conto baiano – século XX. Participações: O mar na prosa brasileira de ficção, com a conferência “O mar na crônica”; Encontros na Bahia -Brasil 500 anos, com o ensaio “O moderno em Sosígenes Costa”; A Sosígenes, com afeto, com o texto “Castelão de mitos”. Participei de vários números da revista do Gabinete Português de Leitura, Qvinto Império, da revista Iararana, da revista Neon (com coluna fixa de crítica literária) e da revista Cenesp, de São Paulo, também com coluna fixa de crítica. Fiz parte da comissão editorial do Selo Letras da Bahia (FUNCEB, Secretaria da Cultura e Turismo) durante 8 anos. Venho publicando no suplemento Cultural de A Tarde desde 1993 e tive coluna intitulada Leitura Crítica no Caderno 2 do mesmo jornal, de 1999 até o final de 2002(quatro anos completos). Assinei a coluna Olho Crítico no jornal Tribuna, durante o ano de 2007.
Interests Literatura, cinema, matemática, química e, sempre, o ser humano e as suas infinitas potencialidades.
Favorite Movies Memórias de uma gueixa, Paixão em Florença, Simplesmente amor, Perfume de mulher, Sociedade dos poetas mortos, Muito bem acompanhada, Orgulho e preconceito.
Favorite Music My way, com Sinatra, ou com Elvis, ou com Robbie Williams; Walk on by, com Seal;What a wonderful world, com Louis Armstrong; When you're gone, com Bryan Adams e Mel C;Wild world, com Cat Stevens; How can I go on, com Freddie Mercury; Your song, com Elton John; For your babies, com Simply Red; Advertising space, com Robbie Williams.
Favorite Books Daniel Deronda, de George Eliot; todos de Jane Austen; tudo que tenha a assinatura de Ernest Hemingway, Fitzgerald e John dos Passos; todo o Em busca do tempo perdido, de Proust, toda a literatura russa e, tudo o que há da literatura japonesa traduzida no Brasil e, como são tantos os livros, prefiro destacar os escritores: Aramis Ribeiro Costa, Rubem Fonseca, Antônio Torres e, sempre, José Saramago.